Área do cliente

NF-e 4.0: Nota Fiscal Eletrônica

Sua empresa sempre em conformidade com as exigências fiscais.

Durante o ano de 2018, houveram mudanças na emissão de notas fiscais eletrônicas, portanto está em pleno funcionamento a NF-e 4.0 (Nota Fiscal Eletrônica); em agosto, somente este novo padrão para a validação das notas estará funcional, se você vende produtos, bens e mercadorias, deve estar bem informado sobre as alterações do documento. A Inovação Tecnologia está orientando todos os clientes sobre o novo layout da nota fiscal eletrônica. NF-e 4.0 aplica-se nas compras e vendas de produto, com regras específicas e diferentes do padrão usado anteriormente (NF-e 3.10). O arquivo XML da nota agora passa a ter uma nova organização e o sistema emissor da Inovação Tecnologia está preparado para atender a estas adequações.
Depois de três anos, a NF-e está com estas e outras mudanças. Nota Técnica 2016.002 divulgada em novembro de 2016 pela Encat (Coordenação Técnica do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais) estabelece um novo lay out da NF-e 4.0 para o documento fiscal, emitido em operações envolvendo produtos.

Benefícios

  • Integração dos processos e operações conectados ao ERP Inovação;
  • Melhorar a segurança de todos os processos relacionadas a NF-e;
  • Tecnologia de ponta em alto desempenho para todos os procedimentos;
  • Agiliza todos os processos relacionados às operações ao negócio;
  • Montagem em lotes para emissão da NF-e, processando volumes máximos permitidos pela SEFAZ;
  • Segurança dos procedimentos relacionados ao SPED (Sistema Publico de Escrituração Digital)

Funcionalidades

  • Transmissão para a SEFAZ Estadual;
  • Emissão da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica);
  • Inutilização de numeração;
  • Consulta da situação da NF-e;
  • Emissão do DANFE em formato retrato/ e ou paisagem;
  • Envio por e-mail: Da DANFE e do arquivo digital (XML/PDF) da NF-e;
  • Emissão do DANFE em contingência

Funcionalidades em Processamentos:

Funcionalidades em Processamentos:

Autorização: Status o qual os documentos fiscais foram aprovados pela SEFAZ; estarão armazenados no banco de dados da SEFAZ ou Prefeitura, ficando disponível o documento para a circulação da mercadoria ou serviço.

Rejeição: Status no qual os documentos fiscais são descartados, não sendo armazenados no banco e dados da SEFAZ. Os documentos poderão ser corrigidos e reenviados novamente para a devida validação.

Denegado o uso: Status o qual os documentos fiscais, com indicação de irregularidades fiscais por parte do emitente ou tomador da mercadoria. Evento o qual os documentos são armazenados no banco de dados da SEFAZ, a qual compete a guarda dos documentos.

Consulta Cadastro: Recurso apenas para a NF-e para exibir consulta cadastral de contribuintes na SEFAZ e históricos das pesquisas anteriores.

Funcionalidades/Eventos:

Evento de Carta de Correção Eletrônica: O emitente identifica que foi gerada uma emissão de NF-e ou CT-e com erro, e ao invés de cancelar o documento, o mesmo gera uma CC-e para corrigir este documento (NF-e ou CT-e).

Permite ao emitente a geração de um documento para a correção dos dados da NF-e.

Permite ao emitente ser informado que o destinatário reconhece a operação, contudo que a operação ainda não foi concluída.

Evento de Cancelamento: O destinatário solicita ao emitente o cancelamento da nota podendo ser de NF-e, CT-e e MDF-e. O emitente envia este evento de cancelamento e deixa disponível ao destinatário.

Funcionalidades/Contingências: A contingência será acionada quando houver indisponibilidade por parte da SEFAZ ou por parte do contribuinte. A solução agiliza o processo de impressão em contingência das notas fiscais gerando os documentos.

Para emitir Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) está disponível as seguintes contingências:
SEFAZ Virtual de Contingência Ambiente Nacional (SVC-AN) e SEFAZ Virtual de Contingências do Rio Grande do Sul (SVC-RS): Essa é uma alternativa de emissão em contingência de NF-e, com transmissão para a SEFAZ Virtual, permitindo a impressão do DANFE em papel comum, não precisando transmitir para a SEFAZ de origem quando tiverem problemas técnicos de utilizar a SEFAZ de origem.

Evento Prévio em Contingência (EPEC): Essa é uma alternativa de emissão em contingência de NF-e. Ao emitir um documento para a SEFAZ de origem e seja apresentado uma instabilidade na transmissão é gerado um documento de Evento de EPEC que transmite para a SEFAZ de AMBIENTE NACIONAL imprime o DANFE em papel comum. É transmitindo a NF-e emitidas em contingência EPEC para SEFAZ de origem conforme a legislação, lembrando que a chave de acesso da NF-e é a mesma chave de acesso emitida em contingência EPEC.

Contingência com uso do Formulário de Segurança para impressão de Documento Auxiliar do Documento Fiscal eletrônico (FS-DA): O FS-DA substitui a contingência com o uso do formulário de segurança – FS. Para os emissores que adquirem o Formulário de Segurança, pode optar por emitir NF-e em contingência FS-DA com a impressão do DANFE em Formulário de Segurança.